sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

E o vencedor do Prémio Literário Casino da Póvoa 2017 é...

O festival literário Correntes d'Escritas começou no dia 21 de fevereiro e terminará no sábado, dia 25. No segundo dia, foi divulgado o vencedor do grande galardão do evento, o Prémio Literário Casino da Póvoa. O prémio, de valor monetário de 20 mil euros, é atribuído a uma obra que foi publicada em Portugal nos últimos dois anos e meio. Pode ser concedido a autores de língua portuguesa ou castelhana.

Resultado de imagem para correntes d'escritas 2017
A sessão oficial de abertura do festival literário foi presidida pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.


Este ano, a obra vencedora é A Sombra do Mar, de Armando Silva Faria. Esta antologia poética foi publicada em 2015 pela editora Assírio & Alvim e tem como temas principais o tempo, a morte, e a doença, tendo, ainda, referências a Fernando Pessoa, Eugénio de Andrade e Cesário Verde.




Também graças a este livro, Armando Silva Carvalho já recebeu o 1.º Grande Prémio de Poesia António Feijó e o Prémio PEN de Poesia de 2015.


O júri, formado por Isaque Ferreira, Ana Gabriela Macedo, Inês Pedrosa, entre outros, afirma que o livro de poesia apresenta "um corpo orgânico de grande unidade estilística e temática" e destaca-se "pela força imagética da sua escrita e pela tensão conseguida entre ironia e melancolia".

De entre os restantes 70 finalistas, os elementos do júri acabaram por destacar O fruto da gramática, de Nuno Júdice, e Bisonte, de Daniel Jonas.


No ano passado, o prémio foi entregue ao espanhol Javier Cerca, que escreveu o romance As Leis da Fronteira.



Resultado de imagem para armando silva carvalho
Armando Silva Carvalho nasceu em Óbidos, em 1938, Frequentou o curso de Filosofia da Faculdade de Letras e licenciou-se em Direito. Foi colaborador no Jornal de Letras e no Diário de Notícias e publicou o seu primeiro livro de poesia, Lírica Consumível, em 1965. Também escreve prosa e já traduziu obras de Samuel Beckett e E.E. Cummings.


A 18.ª edição do festival conta com a presença de 83 escritores de 13 nacionalidades diferentes que estarão disponíveis para debates, passeios literários e sessões de poesia. João Tordo, Valter Hugo Mãe e Hélia Correia são alguns dos muitos escritores conhecidos em Portugal que estarão no evento. Também haverão muitas apresentações e lançamentos de livros, como O Convidador de Pirilampos, do angolano Ondjaki, Pátria ou Morte, do venezuelano Alberto Barrera Tyszka, e Coração Mais que Perfeito, do autor e compositor português Sérgio Godinho.


O evento encerra a 25 de fevereiro com a entrega dos galardões aos vencedores do Prémio Literário Casino da Póvoa, do Prémio Correntes d'Escritas Papelaria Locus, do Prémio Conto Infantil Ilustrado Correntes d'Escritas Porto Editora e do Prémio Fundação Dr. Luís Rainha Correntes d'Escritas.





Sem comentários:

Enviar um comentário