segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Dia da Ficção Científica

Nos EUA, escolheram o dia 2 de janeiro como o dia da Ficção Científica (em inglês, Science Fiction Day ou Sci-Fi Day) como homenagem a Isaac Asimov, considerado um dos grandes pais deste género literário (para saberem um pouco mais sobre este autor, podem clicar aqui, onde poderão ler o artigo que escrevi no ano passado acerca deste dia).

Deixo-vos aqui alguns livros de Sci-Fi que quero ler este ano:





  • A coleção The Lunar Chronicles (Crónicas Lunares, na versão portuguesa), de Marissa Meyer, tem como cenário um mundo futurístico onde coexistem humanos e cyborgs. Cada livro aborda, de forma inovadora, um conto de fadas tradicional, como "Cinderela", "Capuchinho Vermelho", "Rapunzel" e "Branca de Neve".

  • O Filho Dourado (no original, Golden Son), de Pierce Brown, é o segundo volume da trilogia Red Rising (na versão portuguesa, Alvorada Vermelha) e é a continuação da demanda de Darrow, um rebelde que quer vingar a morte da sua amada e levar à liberdade o povo desfavorecido de Marte.
    Adorei imenso o primeiro livro e, por isso, estou muito curiosa com a continuação.

  • A Chave do Céu (Sky Key, no original), de James Frey e Nils Johnson-Shelton, é também o segundo livro de uma trilogia, Endgame, que narra um jogo no qual doze jovens devem lutar pela vida das suas linhagens, mas também contra a destruição do mundo. Só um deles pode garantir a vitória num jogo criado por uma civilização que, anteriormente, tinha criado os humanos para eles produzirem ouro.
    Gostei muito do primeiro livro e tenho pena que esta trilogia  não seja tão conhecida como outros livros de Sci-Fi. Também estou muito curiosa quanto ao segundo volume.



Quanto a séries televisivas, aconselho-vos Doctor Who, uma série britânica que segue as aventuras de um extraterrestre que, à medida que viaja no tempo, conhece humanos que acabam por ser grandes companheiros nas suas viagens extraordinárias.


Resultado de imagem para Doctor Who gifs tardis
O Doctor viaja no espaço e no tempo graças à TARDIS (Time and Relative Dimension in Space).


Relativamente a filmes, tenho mesmo que referir os grandes filmes de Star Wars. Vi o mais recente, Rogue One- Uma História de Star Wars, e adorei! O universo criado por George Lucas é extremamente grandioso e diversificado e ainda bem que há outras pessoas a quererem explorar mais este mesmo universo.


Imagem relacionada
Cenas de Rogue One- Uma História de Star Wars.


E vocês? Gostam de Ficção Científica?




Sem comentários:

Enviar um comentário