quarta-feira, 25 de maio de 2016

[Book Tag] O Desafio dos Instrumentos Musicais

O blogue está cheio de teias de aranha e de pó, portanto, decidi inovar um pouco, dando-vos a conhecer as book tags.


Book Tag é um conceito famoso na comunidade online internacional de leitores e consiste num conjunto de perguntas literárias que se baseiam em cantores (ou apenas canções), filmes, personalidades importantes, objetos, etc. Neste caso, a Book Tag que eu escolhi, ou melhor, o Desafio, tem perguntas baseadas nos instrumentos musicais.



Este desafio foi criado por dois bloggers estrangeiros, Keira e Anthony, o que significa que foi necessário traduzir as questões. Se quiserem o desafio original, basta clicar aqui.


1- Piano (O piano é, sem dúvida alguma, um instrumento clássico. Já foi conhecido como piano forte. Para esta categoria, escolhe um livro que marcou a História): Um clássico que tu adoras.

Em relação à literatura estrangeira, posso dizer que Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, tem um lugar especial no meu coração. Também adorei ler Utopia, de Thomas More, nas aulas de Cultura Inglesa. 


Como podem ver, li-o em Português, mas quero muito comprar uma edição inglesa. Em relação ao livro de Thomas More, li-o em Inglês.

Quanto à literatura portuguesa, Amor de Perdição (Memórias dum família), de Camilo Castelo Branco, é o meu preferido. É simplesmente fabuloso! Adorei a escrita magnífica de Camilo.


Uma das edições mais recentes.


2- Keyboard (É uma versão moderna do piano com algumas modificações ligeiras. Para esta categoria, escolhe um livro que é um reconto de um clássico, de um conto de fadas, de um conto popular, etc) : Um reconto de uma história famosa.

A Court of Thorns and Roses (tradução livre: Uma corte de espinhos e rosas), de Sarah J. Maas. reconta a história de "A Bela e o Monstro", um conto de fadas francês. Maas sempre teve um fascínio por contos de encantar e decidiu escrever este livro baseado no conto francês, mas acrescentando elementos novos, como Fadas, lutas e outras criaturas sombrias. Além disso, é um livro muito mais complexo do que a história original. São notáveis os toques leves do conto na obra da escritora, que tem uma escrita cativante, capaz de entusiasmar qualquer leitor de livros de Fantasia.

Se tiverem curiosidade em ler algum livro de Sarah J. Maas, podem ler Trono de Vidro, que foi publicado pela Editorial Presença no ano passado. É o primeiro volume de uma coleção de 6.

Este livro pertence a uma trilogia e já foi publicada a sequela, A Court of Mist and Fury (tradução livre: Uma corte de névoa e fúria).


3- Guitarra (É um instrumento muito popular. Qual o livro que amas tal como toda a gente?): Um livro popular que tu adoras.

Não um livro, mas sim a coleção Harry Potter, de J.K. Rowling! É impossível não adorar uma história que encantou milhões de leitores de vários cantos do mundo.


As primeiras edições inglesas de cada livro.

4- Violoncelo (É um instrumento arrebatador com um som poderoso que pode ser bastante assustador. Nomeia um livro que te dê arrepios): Um livro que te deu calafrios.

Endgame- A Chamada, de James Frey e Nils Johnson-Shelton, deu-me calafrios, mas num bom sentido. Na minha opinião, é um livro repleto de adrenalina e de ação. Lerei a sequela, Endgame- A Chave do Céu, em junho.




5- Voz (Sabias que a voz é considerada um instrumento musical? Qual livro parece ter um canto diferente do habitual?): Um livro com uma escrita única.

Até agora, só li um romance de José Saramago, Memorial do Convento. No entanto, foi o suficiente para perceber o sucesso do vencedor do Nobel da Literatura. Ao contrário de muitos colegas meus, gostei imenso da escrita do autor. Lerei, em breve, Ensaio sobre a Cegueira.






6- Triângulo (não é vergonhoso tocar o triângulo e é mais complicado do que parece. Nomeia um livro que amas, mas que as pessoas gozam contigo por isso): Um livro que não gostas de dizer que já leste

Eu digo sempre que já li os livros de Harry Potter. No entanto, estão sempre a dizer-me que são livros para crianças. Às vezes, apetece-me dizer que, então, sou uma criança feliz.





7- Flauta (Parece ser um instrumento bonito e delicado, mas pode produzir sons poderosos- mas não quer dizer que sejam bonitos. Nomeia um livro que te surpreendeu): Um livro que pensavas que ia ser uma coisa, mas afinal foi outra.

Os Jogos da Fome, de Suzanne Collins, foi o primeiro livro distópico que eu li e surpreendeu-me imenso. Graças a ele, já li outras distopias sensacionais, como Divergente e Alvorada Vermelha.




8- Flautim (É um grande instrumento, exceto se fores a pessoa sentada ao lado de quem o toca- tampões de ouvido são necessários. Escolhe um livro que não adoraste tanto como os outros): Um livro que é sobrevalorizado.


O Último Segredo, de José Rodrigues dos Santos. A escrita dele é sobrevalorizada, sem dúvida alguma. Ainda não percebi como há tantas pessoas que gostam dos livros dele. Enfim, cada um tem os seus gostos.



9- Oboé (Um instrumento glorioso que nem todos tocam. Nomeia um livro que tu leste, mas os outros não): Um livro que muitas pessoas ainda não leram.

Toda a gente deveria ler (ou, pelos menos, experimentar ler) O Circo dos Sonhos, de Erin Morgenstern. É literalmente um livro mágico. A escrita é fascinante, a ação é extraordinária e as personagens são fantásticas.



10- Harpa (Um outro instrumento ligado à tradição e com um som cativante. Qual foi o livro que te fez apaixonar por completo?): Um livro que te encantou imediatamente.


Contos de cães e maus lobos, de Valter Hugo Mãe, encheu o meu coração por completo! As histórias são únicas e quem dera que cada um dos contos fosse, na realidade, um romance. Quando cheguei ao fim da leitura de certos contos, fiquei tão triste porque queria mais!





11- Acordeão (Um instrumento intemporal que encaixa em certos lugares... e não em outros. Nomeia um livro que se situa em diversos períodos temporais).


Talvez Se eu ficar, de Gayle Forman? É um livro composto de analepses que estão encaixadas no tempo presente da personagem principal, que está num coma profundo depois de ter sofrido um acidente de viação.





12- Gaita de foles (Um instrumento complicado que pode produzir um som horrível, se for tocado de forma incorreta). Nomeia um livro com um enredo complexo.

A coleção de George R. R. Martin, As Crónicas de Gelo e Fogo, tem um enredo muito complexo! Só li o primeiro volume, mas adorei-o imenso! Foi essa mesma complexidade que me encantou.

A coleção conta com 5 livros, até ao momento. Em Portugal, cada volume está dividido em dois.


O primeiro volume da coleção, A Game of Thrones, está dividido em dois: A Guerra dos Tronos e A Muralha de Gelo.


13- Violino (Já ouviste um iniciante a tocar violino. Magoa. Nomeia um livro que teve um início difícil e que ficou melhor ao longo da leitura).

Ai, Os Maias, de Eça de Queirós... Aquele primeiro capítulo foi... "forte". Mas gostei da história.






Gostaram deste desafio? Gostariam de ver mais desafios destes no blog?


Sem comentários:

Enviar um comentário