sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Opinião: Alvorada Vermelha, de Pierce Brown


Opinião: Alvorada Vermelha, de Pierce Brown, é o primeiro livro de uma trilogia que apresenta tudo para ser uma das melhores graças ao seu mundo distópico e às incríveis personagens criadas!


Estou a ler
Sinopse retirada do site da Bertrand:
Alvorada Vermelha é o primeiro volume de uma trilogia que tem tudo para conquistar a legião de fãs de Os Jogos da Fome
Passa-se numa altura em que a humanidade começou a colonizar outros planetas, como Marte. Darrow é um jovem de 19 anos que pertence à casta mais baixa da Sociedade, os Vermelhos, uma comunidade que vive e trabalha no subsolo marciano com a missão de preparar a superfície do planeta para que futuras gerações de humanos possam lá viver. No entanto, em breve Darrow irá descobrir que ele e os seus companheiros foram enganados pelas castas superiores. Inspirado pelo desejo de justiça, Darrow irá sacrificar tudo para se infiltrar na casta dos Dourados… e aniquilá-los! 
Vingança, guerra e luta pelo poder num romance de estreia empolgante.



Opinião: Alvorada Vermelha, de Pierce Brown, é o primeiro livro de uma trilogia que contem todos os ingredientes para ser uma das melhores graças ao seu mundo distópico e às incríveis personagens criadas!

Em relação ao enredo, é-nos apresentada uma história repleta de ação, fortes emoções e uma hierarquia extraordinária, combinada com elementos da mitologia grega. Nunca senti aborrecimento ao ler este livro. Esta obra define as características essenciais numa história distópica: uma sociedade repleta de imperfeições, mas também de elementos justos; uma pessoa essencial para que seja feita uma revolta para alterar a ordem; personagens carismáticas e reais; um mundo completamente diferente em relação ao que um leitor já possa ter experienciado anteriormente.
Pierce Brown está de parabéns! Construiu um mundo distópico magnífico e original! Adorei, principalmente, os toques da mitologia romana! Espantoso!

Em relação à escrita, o autor é sublime! Não tem descrições fastiosas, mas descreve o suficiente para podermos visualizar os incríveis cenários e as personagens multifacetadas que criou. É uma escrita repleta de fortes emoções e que se adequa à personagem principal, que é o narrador. Tantas vezes que eu encarnei os seus sentimentos, as suas emoções! Traição, lealdade, raiva, dor, uma certa diversão, amizade, amor. Presenciei tudo isto graças à magnífica escrita de Pierce Brown. Simples, mas sublime! E adorei as palavras criadas por ele, para designar certas armas e outros objetos.

Quanto às personagens, aqui não temos muitas personagens a preto e branco. Umas más, outras boas. Não; muitas delas são um misto disso. E é isso que adoro nelas: parecem ser reais! Para mim, foi fácil criar uma ligação com muitas delas. Adorei Darrow, pelo seu medo em errar, mas pela sua bravura para tentar; adorei Mustang, ou Virginia, por ser valente e destemida. Adorei Sevro que, apesar de ter sido gozado por todos, sempre fez o melhor que podia e sabia. Meus caros leitores, estas personagens foram criadas de uma forma magnífica!


Em suma, a minha opinião, de facto, está curta. Tenho tanto a dizer sobre este livro fabuloso, mas acabei de o ler e estou sem palavras. Estupefacta.
Fico à espera dos outros dois livros. Sim, a trilogia está quase completa nos EUA. Penso que o terceiro livro será publicado no início de 2016, o que significa que o segundo já foi publicado. Editorial Presença, por favor, preciso do segundo livro!!

Classificação: 10/10 estrelas 

Sem comentários:

Enviar um comentário