terça-feira, 24 de março de 2015

Faleceu o poeta português Herberto Helder

"É extraordinário como na segunda metade do século XX, depois de um fenómeno como Fernando Pessoa, a poesia conseguiu renovar-se", salienta Gastão Cruz.



Herberto Helder nasceu no Funchal, Madeira, no dia 23 de novembro de 1930.  Aos 18 anos, matriculou-se em Direito mas, em 1949, abandonou o curso, inscrevendo-se em Filologia Românica, curso que frequentou durante três anos, apesar de nunca o ter concluído.

Em 1994, foi-lhe atribuído o Prémio Pessoa, que recusou. Sempre foi visto como uma figura peculiar e misteriosa, na medida em que não gostava de dar entrevistas, não se deixava fotografar e, com frequência, recusava prémios, tal como foi referido anteriormente. Além disso, todas as suas obras apresentam apenas uma edição, sendo estas bastante raras.

O seu primeiro livro, O Amor em Visita, foi publicado em 1958 e, devido às diversas viagens feitas ao estrangeiro, o poeta escreveu um livro de diversos contos, Os Passos em Volta. Além de autor, teve outros empregos como angariador de publicidade, bibliotecário e jornalista, tendo trabalhado também nos estrangeiro.

Antologia de contos


Considerado o maior poeta português da segunda metade do século XX, Herberto Helder faleceu na passada segunda-feira, dia 23 de março de 2015, com 84 anos. Marcou a literatura portuguesa através de uma vasta obra poética, como é o caso do seu último livro publicado, A Morte Sem Mestre (2014).

O último livro publicado de Herberto Helder 


Sem comentários:

Enviar um comentário