segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Opinião: A Muralha de Gelo, de George R.R. Martin


Sinopse retirada do site da Bertrand: Estes são tempos negros para Robert Baratheon, rei dos Sete Reinos. Do outro lado do mar, uma imensa horda de selvagens organizou-se para invadir o seu reino. À frente deles está Daenerys Targaryen, a última herdeira da dinastia que Robert massacrou para conquistar o trono. E os Targaryen são famosos pelo seu rancor e crueldade... Mais perto, para lá da muralha de gelo que se estende a norte, uma força misteriosa manifesta-se de maneira sobrenatural. E quem vive à sombra da muralha não tem dúvidas: os Outros vêm aí e o que trazem é bem pior do que a própria morte... Ainda mais perto, na Corte, as conspirações continuam. O ódio entre as várias Casas aumenta e desta vez o sangue vai jorrar. E quando parece que nada pode piorar, o rei é ferido mortalmente numa caçada. Terá sido um acidente ou um assassinato? Seja como for, uma coisa é certa: a guerra civil vem aí! 

George R. R. Martin prova porque é o maior escritor de fantasia da actualidade. Com uma imaginação poderosa, escrita inteligente e personagens cativantes, volta a deixar o leitor rendido e a ansiar por mais. Se gosta de um romance histórico épico, de um thriller arrepiante, de uma aventura emocionante, de uma fantasia credível e, em suma, de uma grande leitura... então este livro é para si.

Opinião: Posso ter demorado um pouco a ler este livro, mas acredito que os livros deste autor fantástico devem ser lidos lentamente para os saborearmos por completo. E foi o que eu fiz!
Vemos a ação a desenrolar-se de forma rica e sensacional graças às palavras fluídas e brilhantes do autor. As suas descrições são muito pormenorizadas e bem feitas, o que nos permite criar cenários luxuosos e belos nas nossas mentes. Permite-nos, também, ver a ação a decorrer como se nós fôssemos parte da ação. É simplesmente incrível o talento deste excelentíssimo George R.R. Martin! Não me admira que exista uma série televisiva baseada nos livros. Aliás, como disse, as suas descrições são pormenorizadas e bem feitas, na medida em que nos permitem criar excelentes imagens nas nossas mentes à medida que lemos esta fabulosa história. As suas personagens são complexas e, o melhor nelas, é que têm a mistura do bem e do mal, não existindo, apenas uma simples distinção dos bons e dos maus. Vemos personagens firmes e distintas que defendem as suas vidas e os seus próprios ideais.
Gostaria de dizer mais acerca deste livro brilhante, mas faltam-me palavras sempre que tento descrever o talento fantástico e delicioso que se verifica nos livros deste autor.
Aconselho, vivamente, a qualquer leitor, a ler os livros dele. Não se vão arrepender!

Classificação: 10/10 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário